PORQUÊ ESTE SITE?

“Ninguém é tão ignorante que não tenha algo para ensinar. Ninguém é tão sábio que não tenha algo para aprender.”

(Blaise Pascal, Filósofo e Matemático, França, 1623-1662)

Acreditamos que estamos numa nova Economia: na Economia do Conhecimento. E nesta nova era, se todos tivermos mais conhecimento, todos ficamos a ganhar.

Na essência a noção de Economia é simples. É o modo como as pessoas (família, sociedades, países) se organizam e gerem os recursos, de maneira a satisfazer as suas necessidades num mundo complexo onde estes recursos são escassos.

É neste enquadramento de escolhas várias mas limitadas, que surge a razão de ser deste site: ajudar as pessoas a tomar decisões que melhorem a qualidade das suas vidas.

O Economia à sua Medida foca-se em áreas do conhecimento que podem ajudar os seus utilizadores a decidir melhor e a viver melhor.

           radar         economia         saude          culturaelazer          pessoas

Economia Geral

A meteorologia física afeta-nos a todos.Com base no estado tempo tomamos várias decisões, desde o tipo de roupa a vestir até que sistema de climatização adquirir. Não precisamos por isso de tirar um curso de meteorologia. Basta entendermos alguns princípios e consultar algumas fontes de informação relevantes. O mesmo se passa com a meteorologia económica. Não precisamos de ser todos economistas, mas é fundamental entender a dinâmica da economia, pois ela também vai influenciar não só o tipo de roupa a comprar como também o sistema de climatização a adquirir…e muito mais.

Economia Doméstica

A família, no seu processo contínuo de satisfação de necessidades (habitação, automóvel, escola para os filhos, seguros, alimentação, vestuário, etc) é cada vez mais confrontada com várias soluções (produtos e serviços) para a mesma necessidade. A oferta de soluções nunca foi tão vasta e variada como na atualidade. A dificuldade é escolher. Contamos poder ajudá-lo com informação credível e neutra.

Sáude

Há quem diga que é mais importante a saúde do que o dinheiro. Uma pessoa com saúde pode dormir na soleira de uma porta. Uma pessoa abastada, estando doente pode não ter posição na cama. É difícil não concordar com este raciocínio. Não há economia sem saúde. Para tomarmos boas decisões precisamos de estar bem de saúde. Provavelmente todos nós temos um manual dos nossos carros, dos nossos aparelhos de dvd e dos nossos smartphones.

E por que não um manual da nossa saúde e do nosso corpo?

Afinal, o nosso corpo é a única máquina que iremos usar continuamente durante a sua vida inteira.

Saber sobre onde ficam todas as “peças”, quais são as suas funções, quais as anomalias associadas e respetivas terapêuticas (preventivas e curativas), é um fator fundamental para se decidir bem sobre um “ativo” tão importante e efémero das nossas vidas: a saúde.

Lazer e Cultura

“O que fazemos durante as horas de trabalho determina o que temos; o que fazemos nas horas de lazer determina o que somos.”. Esta afirmação é de Charles M. Schultz, o famoso cartonista americano criador das personagens Charlie Brown e do seu cachorro da raça beagle, Snoopy. É uma frase polémica que, independentemente de se concordar com ela ou não, aponta para um aspeto curioso. O lazer é uma dimensão muito importante da vida. Aproxima-nos de quem somos. O uso que damos a esse tempo mais livre contribuí para a qualidade de vida das pessoas. Queremos ajudá-lo a decidir o que fazer com esse tempo precioso, em qua as soluções de âmbito cultural terão um papel preponderante.

Pessoas e Histórias inspiradoras

O que é uma pessoa inspiradora? Não é fácil defini-la. Mas vamos pelo menos definir qual é o nosso conceito. Ser inspirador é estar diante do status quo e negar-lhe o caráter predestinador. É ter a consciência de que o sistema, antes de definir o destino do eu, é produto da ação do eu.

Acreditamos que são estas pessoas que conseguem mudar a maneira como se vê o mundo. São estas pessoas que estão na base dos saltos quânticos do conhecimento. Nesta parte do site, o nosso objetivo não é ajudá-lo a decidir o quer que seja. Pretendemos apenas fazê-lo pensar através de histórias reais e inspiradoras.

Esperamos agora que este espaço de conhecimento seja de facto útil para os seus utilizadores.

Como “Ninguém é tão sábio que não tenha algo para aprender” aguardamos com expetativa que a nossa audiência participe neste projeto com as suas opiniões e ideias.