Economia Pessoal

EURIBOR: o que é e como se calcula?

13 Março, 2019

Muito se tem falado das taxas EURIBOR e no impacto que estas têm no orçamento familiar dos portugueses. Mas afinal o que são? E como se calculam? Descubra tudo no nosso artigo!


O que é a EURIBOR?

Para entender o que são as taxas EURIBOR, é importante refletir sobre aquilo que este indicador traduz: a média das taxas de juros praticados por um painel de bancos da zona euro e os empréstimos que fazem entre si num determinado prazo.

Ler Mais

Em traços gerais, as taxas EURIBOR permitem aos bancos europeus calcular a taxa a aplicar ao empréstimo do consumidor, sendo que no contrato de empréstimo deve constar a periodicidade da revisão da taxa, podendo variar entre trimestral ou semestral.

É de notar também que o valor da taxa indexada é fixado através da combinação do indexante e do spread. Além disso, as taxas EURIBOR são definidas diariamente, por norma, às 11 horas, e comunicadas no dia seguinte pela Federação Europeia de Bancos.

Como se calcula a EURIBOR?

Para calcular estas taxas, deve calcular a média dos juros contratados, tendo em conta que tem de excluir 15% das taxas mais elevadas e 15% das mais baixas e o resultado é arredondado a três décimas. Saiba também que as taxas EURIBOR variam consoante a oferta e a procura, dependendo do período em que a economia do país se encontra.

De acordo com o Decreto de Lei nº 240/2006, no caso dos contratos de crédito com taxa de juro variável indexada, o seu valor resulta da média aritmética simples das cotações diárias do indexante do mês anterior ao período da contagem de juros. Se for um crédito à habitação, a primeira prestação é devida um mês após a data da contratação, pelo que o cálculo dos juros acaba por ser feito só no final desse mesmo mês.

É importante saber qual é a periodicidade da revisão da sua prestação de forma a realizar o cálculo corretamente. Ora, se optar pela EURIBOR a três meses, o seu contrato será revisto trimestralmente, se preferir a seis meses, é de seis em seis meses. Já no caso de ser anual, a revisão também é feita anualmente. Suponha que a revisão do seu contrato é realizada em outubro, então, o banco irá calcular a média mensal da Euribor no mês de setembro, tendo sempre em atenção a cotação diária das taxas EURIBOR independentemente do prazo escolhido.

Como funciona a aplicação das taxas EURIBOR

As taxas EURIBOR podem ser aplicáveis tanto nos créditos à habitação, como nos créditos bancários, porém existem diferenças na forma como são aplicadas, o que se reflete no valor da prestação a pagar ao banco todos os meses.

No caso de ter um crédito de habitação, o valor da amortização do capital e os juros são pagos em duas parcelas mensalmente. Então, se a taxa aumentar, a parcela dos juros sobe, o que leva ao agravamento do empréstimo. Caso o cenário se inverta, ou seja, na eventualidade de a taxa descer, os juros diminuem e a prestação fica mais baixa.

Além disso, as taxas EURIBOR representam um excelente indicador para os juros das contas poupança, pois quanto maior for a taxa, maior a retribuição da poupança. Caso a taxa seja mais baixa, acabará por não conseguir juntar tanto como queria. No entanto, é importante que tenha a noção de que a maioria dos depósitos a prazo segue a evolução destas taxas de forma a definir a remuneração paga ao depositante.

 

Ler Menos