Cultura e lazer

5 livros para o aconchegar no inverno

14 Janeiro, 2019

Quais os ingredientes que não podem faltar num livro para o acompanhar neste inverno? Nós diríamos temas atuais, viagens, aventuras, policiais e romance… tudo o que pode encontrar nos livros que selecionámos para si!


1. “Um Crime no Expresso do Oriente”, Agatha Christie

Sabe aquele livro que não consegue parar de ler e quando acha que já está a vislumbrar o final, o autor troca-lhe as voltas? O policial “Um Crime no Expresso do Oriente” é esse tipo de livro! Se é um amante de mistérios e investigações, então nestas 200 páginas vai poder deliciar-se com a performance do detetive Poirot, responsável pela investigação da morte de um passageiro a bordo no Expresso do Oriente. Em pleno inverno, o comboio do Oriente é forçado a parar devido a um nevão e Poirot vê-se num dos maiores desafios da sua carreira.

2. “Um Espião Perfeito”, John Le Carré

Ler o livro “Um Espião Perfeito”, do escritor britânico John Le Carré, é como olhar para a carreira de um agente duplo que está dividido entre o universo comunista e o establishment ocidental. Se gosta de ler temas relacionados com a espionagem, então este livro é perfeito para si! A verdade é que este escritor tem a capacidade de nos fazer entrar no mundo de Magnus Pym e só regressamos quando acabamos o livro.

O livro convida-o a viajar até à época da Guerra Fria e conta a história de um homem que, na qualidade de conselheiro da embaixada britânica em Viena, controla as redes inglesas na Europa de Leste. O livro consegue um equilíbrio perfeito entre o desenvolvimento da narrativa e o estilo caraterístico do autor que irá envolvê-lo do início ao fim.

3. “Orlando”, Virginia Woolf

Ler Mais

A estação mais fria do ano já chegou, mas nada melhor do que um romance para aconchegá-lo nas noites geladas que se aproximam. Embora este livro possa ser lido em qualquer altura do ano, no inverno tem um sabor especial, uma vez que a história se passa durante o inverno londrino.

Este livro vai dar-lhe a conhecer a vida de um jovem britânico na Turquia que se apercebe que está preso num corpo de uma mulher. É difícil o leitor ficar indiferente à capacidade da autora para representar o papel da mulher durante os séculos XVIII e XIX e a visão masculina sobre o que é ser mulher.

4. “A rapariga que roubava livros”, Marcus Zusak

Preparado para embarcar numa viagem à Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial? Em “A rapariga que roubava livros”, de Marcus Zusak, seguimos a história de uma menina de nove anos, entregue para adoção, que rouba um livro no funeral do irmão, apesar de ainda não saber ler.

Se gosta de livros que o levam a recordar episódios históricos e procura uma história sobre a preserverança humana, então este livro é para si. Ao longo da leitura, vai ficar impressionado com a força de vontade desta menina que quer aprender a ler por amor à literatura.

5. “Sétimo Selo”, José Rodrigues dos Santos

 “Sétimo Selo” é um romance que mistura assuntos atuais com algum mistério, escrito por José Rodrigues dos Santos em 2007. Ao longo destas 500 páginas será transportado para as maiores ameaças que estão presentes na sociedade de hoje.

Nesta história, o autor coloca como personagem principal Tomás Noronha, que vai decifrar um enigma com mais de mil anos relacionado com a morte de um cientista na Antártida, em que o criminoso rabiscou numa folha o número 666.

Este mistério, baseado em informação científica, irá fazê-lo refletir sobre a forma como encara o mundo, bem como alertá-lo para um fenómeno que todos receamos que possa vir a acontecer: o Apocalipse.

Ler Menos