Saúde

Vai mesmo utilizar o protetor solar do ano passado?

7 Setembro, 2018

O protetor solar é um dos melhores amigos da nossa pele, 365 dias por ano. Mas só se o renovar todos os anos e souber como aplicá-lo corretamente. Descubra qual o melhor creme solar para si e os cuidados a ter com a loção ou spray na praia ou em casa.


O protetor solar deve ser renovado todos os anos!

Como sobrou protetor solar do ano passado, está a pensar utilizá-lo nas idas à praia deste ano? Então pense duas vezes! O prazo de validade de um protetor solar é de 12 meses após a abertura, como tal aconselha-se que todos os anos adquira um novo. Além disso, é preciso ter em conta que os protetores solares são potenciais portadores de todo o tipo de bactérias, que acabam não só por deteriorar o produto como diminuir a sua eficácia.

Deve-se utilizar protetor solar todo o ano?

Ler Mais

Os raios ultravioletas potencialmente perigosos para a saúde manifestam-se ao longo de todo o ano. A única diferença é que como andamos mais tapados no inverno, também estamos mais protegidos dos perigos do sol. Ainda assim, deve utilizar protetor solar 365 dias por ano, até porque além de proteger a pele do cancro ajuda também a reduzir o envelhecimento da pele exposta ao sol, alerta a Food and Drug Administration, combatendo o aparecimento de manchas, imperfeições e rugas.

Como escolher um protetor solar?

Um bom protetor solar deve reunir alguns requisitos. Estamos a falar de ser eficaz contra a radiação ultravioleta B e A, ser “resistente à água” (e não “à prova de”), por períodos de 40 ou 80 minutos e ter um fator de proteção solar (FPS) igual ou superior a 30.

É muito importante ter isto em conta na altura de escolher um protetor solar, sobretudo porque surgem 12 mil novos casos de cancro da pele por ano, de acordo com os dados da Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo (APCC).

Mas o que significa o fator de proteção solar?

O número do fator de proteção solar (FPS) não se refere ao poder de proteção do protetor solar, mas ao tempo que a sua pele fica protegida dos raios solares. E na prática, quanto mais alto for o fator de proteção solar, maior é o tempo de proteção que o spray ou loção oferece frente aos raios UVB, isto é, a radiação ultravioleta que causa as chamadas queimaduras solares.

Vamos dar-lhe um exemplo. Uma pessoa que fica facilmente vermelha ao sol passados cinco minutos, ao utilizar um protetor solar com um FPS de 10 deverá ter em conta que poderá expor-se ao sol em segurança durante apenas 50 minutos. Ou seja, o número 10 significa que a pele fica protegida por 10 vezes mais tempo. Assim, os FPS mais altos conferem proteção durante mais tempo, o que não significa que não tenha de repetir a aplicação ao longo do período de exposição.

Como aplicar o protetor solar?

A forma como aplicamos o protetor solar quer na praia, quer ao longo do dia tem um peso na eficácia da proteção. Dito isto, tenha em conta as seguintes dicas:

  • Aplique uma boa camada, uniforme e não esqueça das orelhas, lábios e palmas dos pés;
  • Aplique o protetor solar 30 minutos antes de chegar à praia e reaplique a cada duas horas ou após o contacto superior a 10 minutos com a água.

Quem usa protetor solar não fica bronzeado? 

Ora aqui está um mito que se foi enraizando na sociedade e, infelizmente, ainda perdura. A verdade é que o protetor solar não só protege a pele dos raios ultravioletas como ajuda a ter um bronzeado mais bonito e duradouro. E sabe quem é o inimigo número 1 do bronzeado? As queimaduras! Sim, a pele queimada escama, acabando por ser substituída por uma nova.

Protetor solar: mineral ou químicos?

Os protetores solares dividem-se em dois grupos, os minerais e os químicos. Os filtros minerais atuam como uma barreira física: ao serem aplicados não são absorvidos pela pele impedindo assim a penetração da radiação solar UVB e UVA na epiderme através do seu reflexo, como se de um espelho se tratasse.

Por sua vez, os filtros químicos, uma vez aplicados, penetram nos estratos mais superficiais da epiderme, sendo capazes de absorver a radiação UV. Com este tipo de protetor solar há maior probabilidade de vir a sofrer de reações alérgicas, especialmente se tiver uma pele sensível.

Protetor solar que protege a pele do sol e os oceanos

Há protetores solares que ajudam não só a proteger a pele, como a proteger os oceanos, onde gostamos de nadar no verão. Encontra no mercado loções que são biodegradáveis, não tóxicas e que não se acumulam nos organismos marinhos, graças ao número reduzido de filtros usados nas suas fórmulas – o que é uma vantagem também para quem tem a pele mais sensível!

Casa e praia: cuidados a ter com o protetor solar

Para que o seu protetor solar o consiga proteger todo o ano é preciso que cumpra a sua parte. Na praia não deve deixar o protetor solar exposto ao sol e ao calor e uma vez em casa coloque-o num local seco, à temperatura ambiente e longe da luz solar direta. Dito isto, já percebeu que não deve colocá-lo, como é hábito nos lares portugueses, na casa-de-banho: é uma das divisões mais húmidas da casa!

Ler Menos