Economia Pessoal

Estes 7 hábitos de condução podem causar avarias no seu carro!

12 Julho, 2018

Costuma andar sempre com o depósito na reserva, a mão a descansar na manete das mudanças ou passar de marcha-atrás para primeira antes do carro estar completamente imobilizado? Então temos más notícias: estes hábitos de condução podem danificar o seu automóvel ao longo do tempo e isso pode sair-lhe caro.


Anda sempre com o depósito na reserva?

Então é melhor parar. Porquê? No fundo porque faz mal ao motor: o que acontece é que quando anda com o carro regularmente com o depósito na reserva, o motor está a consumir os detritos que estão no fundo do depósito. Com o tempo pode mesmo chegar a entupir o filtro – sobretudo se estiver desgastado – e causar uma avaria no motor. Dica: ateste o carro antes que a luz do depósito acenda ou comece a piscar.

E damos-lhe mais uma razão para evitar andar com o depósito na reserva: esse mau hábito pode queimar a bomba do combustível. Sim, nos carros mais recentes, a bomba encontra-se dentro do depósito da reserva para que seja o combustível a lubrificá-la e arrefecê-la, mas se não existe combustível suficiente a bomba pode correr o risco de queimar. Para não falar do risco que corre em ficar apeado na estrada…

Acelerar a fundo: desgaste e mais desgaste…

Ler Mais

As rotinas são sempre as mesmas… entra no carro, mete a chave na ignição e acelera. Mas não o deve fazer a fundo: quando o motor ainda nem teve tempo de aquecer, acelerar a fundo é a opção errada. Sobretudo porque com menos de 10 minutos de viagem, o óleo e os seus componentes nem sequer estão suficientemente quentes. Para além disso, a mudança brusca de velocidades não favorece a caixa de mudanças e muito menos a embraiagem, que com o desgaste precisará de ser mudada muito antes do que seria necessário.

Mão na manete só para meter uma mudança!

Pois é, quantos de nós é que gostam de descansar a mão na manete das mudanças? Atrevemo-nos a dizer: muitos. E fazemo-lo porque assim já lá está quando quisermos mudar de mudança ou porque sabe bem descansar o braço do volante. Contudo, este hábito de condução acelera o desgaste prematuro desta componente devido ao esforço aplicado no seletor da mudança. Além disso, também não faz nada por si em termos de segurança: para um melhor controlo do veículo, é preciso ter as duas mãos no volante.

E evite mudar de mudança depressa demais…

Ao estacionar o carro já passou de marcha-atrás para primeira, e vice-versa, antes de o carro ficar totalmente imobilizado, só para poupar algum tempo? O problema é que este é um daqueles casos em que a pressa é mesmo o inimigo: ao fazê-lo pode danificar o sistema de transmissão do carro e, no pior dos cenários, o motor.

No semáforo, carro em ponto-morto

Já que estamos a falar de mudanças do carro, lembre-se sempre desta dica preciosa, sobretudo se quiser poupar o seu veículo. Quando estiver parado num semáforo vermelho pode deixá-lo em ponto-morto. Porquê? Manter a mudança engrenada durante muito tempo gera um esforço adicional no prato de pressão e nas molas do diafragma daquela componente, desgastando-a.

Anda sempre com o carro atafulhado de coisas?

É normal que o automóvel ande com mais peso do que é normal, sobretudo quando se tem filhos. Mas talvez seja desnecessário todo o peso de bagagens ou itens que tem por lá acumulado. É que se o excesso de peso é um problema para as articulações dos seres humanos, colocando o coração em esforço, no caso dos carros também provoca um esforço ao nível do motor, da caixa, da suspensão e dos travões. Além disso, se quer ajudar-se a si e à sua carteira procure evitar andar com o carro muito pesado porque quanto mais pesado, mais combustível consome.

Deixa o pé a repousar na embraiagem?

Por mais estranho que pareça, ainda existem muitos condutores que deixam o pé esquerdo pousado na embraiagem a descansar! E quer seja por descuido ou por comodidade, este é um hábito de condução a evitar. A embraiagem é uma das peças do seu automóvel que mais desgaste vai sofrer ao longo dos anos e ao deixar o pé lá pousado acelera esse processo. O que quer isto dizer? Que poderá ser necessário substituir a embraiagem e isso envolve custos pesados para si.

Ler Menos