Cultura e lazer

Roteiro Costa de Prata: cinco locais imperdíveis

9 Abril, 2018

A Costa de Prata tem quilómetros e quilómetros para descobrir. Comece a conquistá-los por estes cinco locais imperdíveis!


Há dinossauros para ver na Lourinhã 

2018 ficará sempre marcado pela abertura do Dino Parque na Lourinhã. E quer se tratem de miúdos, graúdos ou amantes do clássico Jurassic Park, apostamos que ninguém vai deixar de visitar o primeiro parque de dinossauros ao ar-livre em Portugal. É por lá que vai encontrar 120 modelos à escala real – estamos a falar de dinossauros à solta com cerca de 30 metros de comprimento! – de espécies que já viveram outrora no nosso país, espalhados por três quilómetros de percursos no pinhal de Camarnais.

Um deles é o Lourinhasaurus alenquerensis, que há 150 milhões de anos podia chegar a atingir as 17 toneladas. Agora vive através de um modelo de ar simpático, sendo a estrela do parque devido ao seu tamanho. E uma coisa é garantida: pode tirar-lhe fotografias, fazer-lhe festas e andar por debaixo deste ser magnífico de quatro patas sem qualquer perigo! Visitar o Dino Parque vai fazer as delícias das famílias e ainda é um programa didático: divirta-se a descobrir as 70 espécies diferentes e os fósseis originais.

A apenas 60 quilómetros de Lisboa, a Lourinhã é um lugar com milhões de anos de história e onde a presença de dinossauros foi descoberta há anos: sim, em 1993 a família do diretor científico do parque, Simão Mateus, deu de caras com um ninho com mais de uma centena de ovos, assim como de embriões. Estavam na Praia de Paimogo e sem querer depararam-se com “uma das descobertas científicas do ano”, relembra Simão Mateus. Os ovos, esses, vai poder vê-los na sua visita ao Dino Parque. Vamos?

Praias de areia dourada e águas transparentes nas Berlengas

Ler Mais

Uma das praias que podemos destacar na Costa de Prata é a Praia da Berlenga Grande, em Peniche. Porquê? Esta que é a principal ilha do Arquipélago das Berlengas tem uma beleza natural sem igual devido à sua areia dourada e à transparência das suas águas. Ambas dignas de um cartão postal! E mais lhe dizemos. Ao beneficiar de influências mediterrânicas e atlânticas, este pequeno paraíso tem um clima particular: um ecossistema único no mundo torna as Berlengas num autêntico oásis natural, que foi distinguido como Património Mundial pela UNESCO. Se gosta de calma e natureza, este é o sítio!

Paragem obrigatória em Aveiro!

Um roteiro pela Costa de Prata não é um verdadeiro roteiro se não incluir uma visita a Aveiro, a Veneza Portuguesa. Como o nome indica, o ex-libris deste lugar fantástico são mesmo os canais que atravessam a cidade de uma ponta à outra. Entre a bordo dos típicos barcos moliceiros para conhecer numa viagem pela ria de cerca de 45 minutos os edifícios de Arte Nova, as salinas de Aveiro, as tradicionais casas de pescadores, marnotos e peixeiras. E sabe o que é também digno de se ver? O leilão do pescado que acontece no Mercado de Peixe todas as manhãs!

Pare para provar os famosos ovos moles e, como manda a tradição, deve experimentá-los na Confeitaria Peixinho. Aberta desde 1856, esta é a casa mais antiga de ovos-moles de Aveiro. Aproveite ainda para visitar a Praia de São Jacinto, com as suas areias brancas, e a paisagem da Reserva Natural das Dunas de São Jacinto onde o pinhal entre a praia e a lagoa ou a frota de barcos pintada em tons de carnaval não passam despercebidos. O The Guardian recomenda! Delicie-se ainda com o marisco fresco que cunha a gastronomia local.

A rainha da Costa de Prata: Figueira da Foz

Há uma cidade cosmopolita situada na foz do Rio Mondego que é conhecida como a “Rainha da Costa de Prata”: a Figueira da Foz! Mas o que se pode visitar por lá? Ora, a Casa do Paço, a Fortaleza de Buarcos, o Forte de Santa Catarina, o Núcleo Museológico do Mar, do Sal, o Casino da Figueira, o Pelourinho, o Monumento Natural do Cabo Mondego e o Farol. Isto só para enumerar alguns dos sítios imperdíveis da cidade.

Entre visitas, e para recarregar energias, nada como provar a gastronomia local: espetada de mexilhão, arroz de amêijoa, caldeirada de sardinha (petinga) ou raia assada com batata a murro são opções que não deixam ninguém indiferente. Se por acaso estiver na cidade durante o verão, aproveite para ir a banhos na Praia da Claridade e perceber porque é que esta é uma das zonas balneares mais famosas de Portugal!

Grutas de Mira d’Aire entre as 7 Maravilhas Naturais de Portugal

Sempre quis ir a Porto de Mós? Nós damos-lhe mais um motivo: as Grutas de Mira d’Aire! São conhecidas por serem as maiores grutas de Portugal, situadas em pleno Maciço Calcário Estremenho no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, e por prometer deslumbrá-lo ao longo dos 600 metros que são possíveis visitar – no total têm 11,5 quilómetros. É que o interior das grutas é iluminado por mais de 3 mil lâmpadas que lhe conferem um aspeto de catedral subterrânea. Abertas ao público há mais de 40 anos, são uma verdadeira grandiosidade natural que foi considerada uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal e que vai agradar a todos, mas sobretudo aos de espírito mais aventureiro.

Qual a melhor altura para visitar a Costa de Prata?

A Costa de Prata é um destino ideal para visitar durante os 365 dias do ano: os invernos são amenos com temperaturas a rondar os 17ºC e no verão o calor é suavizado pela agradável brisa vinda do Atlântico. Em termos de preço, os melhores meses do ano para usufruir do melhor que a Costa de Prata tem a oferecer são a Primavera e o Outono. Para não falar que escapa à época alta que é, regra geral, mais requisitada por turistas!

Ler Menos