Saúde

Saúde: 7 mitos e verdades que o vão deixar de boca aberta!

31 Outubro, 2017

É perigoso nadar depois de comer? A vacina contra a gripe provoca gripe? Beber leite ajuda a dormir? Desvendamos-lhe sete verdades e mitos relacionados com a saúde que vão surpreendê-lo!


1. Comer à noite engorda

Mito! Segundo os médicos Rachel C. Vreeman e Aaron E. Carroll não há mesmo qualquer ligação entre o aumento de peso e a hora a que ingerimos os alimentos. Então porque engordamos, afinal? Resumindo, as pessoas ganham peso porque ingerem mais calorias durante o dia do que as que gastam.

Para chegar a esta conclusão, os dois investigadores avaliaram 2.500 pessoas e perceberam que a razão pela qual engordavam assentava no facto de comerem demasiadas vezes e em excesso! Além disso, ir para a cama com fome aumenta o tempo em que o corpo fica em jejum, desacelerando o metabolismo e dificultando a perda de peso.

2. Há risco de congestão se nadar depois de comer

Quando estamos a fazer a digestão há uma maior quantidade de sangue dirigida para o nosso sistema digestivo de forma a que o processo decorra o mais rapidamente possível e sem problemas. Assim, se estiver na praia e decidir nadar depois de ter comido eis o que acontece: a água fria pode fazer com que o fluxo sanguíneo se desvie para os órgãos vitais com a missão de manter a sua temperatura normal – é a resposta natural do nosso corpo.

Ler Mais

Quando o sangue é desviado do estômago isso pode dificultar a digestão causando enjoos e vómitos. E é por essa razão que Rui Capucho, médico na Unidade de Saúde Pública de Chaves, disse ao Observador que se deve esperar um pouco. “A digestão de uma refeição leve fica feita em uma hora ou hora e meia”. Mas sofrer de uma congestão ou ocorrer uma morte por entrar na água depois de comer é apenas um mito!

Aliás, é mais provável morrer de choque térmico. Sim, o choque térmico pode provocar um desmaio e conduzir ao afogamento no mar. Assim, também pode tomar banho em casa depois de comer, assumindo que não vai tomar um banho de água gelada. E não, não precisa de esperar cerca de 20 ou 30 minutos! E já que estamos a falar nisto não caia na tentação de acreditar nas crenças populares de que não pode cortar o cabelo, a barba e as unhas depois das refeições.

3. O leite ajuda a dormir

Verdade! Segundo o que explica Fátima Veiga, cardiologista no Hospital de Santa Maria, o leite tem propriedades que fomentam o sono. É rico em triptofano, um aminoácido essencial, que no organismo é convertido em serotonina – um neurotransmissor do bem-estar – e que ajuda a adormecer. Mas lembre-se que deve optar por leites desnatados. Sabe porquê? A gordura estimula a atividade digestiva mantendo-o acordado durante a noite.

4. O mau hálito está relacionado com o estômago

Encarar a higiene oral com ligeireza pode conduzir a problemas de mau hálito. No entanto, o mau hálito tem muito mais que se lhe diga. Por exemplo, sabia que os problemas gástricos são uma das causas mais frequentes? É verdade, o mau hálito pode estar relacionado com o refluxo, a esofagite, a gastrite, etc. Além disso algumas dietas também podem contribuir para a presença de mau hálito. Como a gordura está a ser queimada, o organismo produz gases de cheiro intenso que se agravam com a queda dos níveis de glicose e esse odor pode sair pela boca.

5. Apanhar frio causa constipações

Por incrível que pareça, é mito. Estudos sobre a transmissão de constipações defendem que as pessoas que estão com frio não têm mais probabilidades de ficar doentes do que as que não estão. O que acontece é que o tempo frio leva a que as pessoas permaneçam mais tempo dentro de quatro paredes e é aí que os germes se concentram. Conclusão com a qual estão de acordo os especialistas Carroll e Vreeman da Indiana University School of Medicine.

Além disso, o livro “Mitos da Medicina Que Nos Podem Matar”, de Nancy L. Snyderman, refere também que não é o frio que está na origem das constipações, mas sim os vírus, que são transmitidos entre pessoas através do toque direto ou com algum objeto contaminado. Por outras palavras, a melhor forma de adoecer começa com um gesto muito simples: um aperto de mão!

6. A vacina contra a gripe provoca gripe

É certo que o vírus da gripe está incluído na vacina. Contudo, não se pode associar o surgimento da gripe à vacinação porque nela o vírus está “adormecido”! O máximo que pode acontecer é desenvolver a seguir à picada alguns sintomas associados à gripe – dores de cabeça e febre – mas nada mais do que isso, assegura o farmacêutico sénior James Nevile ao The New York Post. Ou seja este é mais um mito que se perpetuou.

7. Estalar os dedos faz mal

Quem é que em criança não ouviu dizer que estalar os dedos fazia mal à saúde? Arriscamo-nos a dizer que todos nós recebemos o mesmo aviso. E de facto até o associam a uma doença, a artrite, que se caracteriza pela inflamação das articulações. Mas isto tem algum fundo de verdade? Não, é apenas mais um mito que se foi enraizando na sociedade.

O farmacêutico sénior James Nevile conta ao New York Post que o barulho que se ouve ao estalar as articulações não se deve aos ossos roçarem um no outro, mas advém sim da libertação do gás que está preso entre as articulações. Ou seja, não há qualquer razão científica comprovada para acreditar que afeta a saúde. No entanto, se houver alguma dor associada deve consultar um médico!

Ler Menos