pessoas e histórias

Top Bilionários 2017: as pessoas mais ricas do mundo

4 Agosto, 2017

O número de bilionários aumentou 13% comparativamente ao ano passado e quem o diz é a revista Forbes. Quem é que faz parte do Top5 desta reputada lista? Haverá fortunas portuguesas entre os mais ricos do mundo?


Bill Gates ($86 biliões)

Bill Gates continua a ocupar o lugar cimeiro da lista pelo quarto ano consecutivo e a sua fortuna chega aos $86 biliões, sendo que em 2016 estava nos $75 biliões.

O magnata é mais conhecido pela criação da Microsoft em 1975, onde angariou a maior parte da sua riqueza, no entanto tem-se ligado a várias causas sociais e investimentos. Criou, juntamente com a sua mulher, a Fundação Bill & Melinda Gates, considerada a maior instituição de caridade privada do mundo, que promove a melhoria das condições de vida e saúde mundiais.

Warren Buffett ($75.6 biliões)

Ler Mais


Buffet detém mais de 60 empresas, através do seu grupo multinacional Berkshire Hathaway, o que lhe confere a popularidade de ser um dos mais bem-sucedidos investidores que o mundo já viu.

E começou cedo: o bilionário comprou as primeiras ações quando tinha 11 anos e aos 13 já tratava dos seus próprios impostos. Uma das suas promessas de Warren Buffett é doar mais de 99% da sua fortuna a instituições de caridade. Até ao momento doou $28.5 biliões.

Jeff Bezos ($72.8 biliões)

Tudo começou quando Bezos desistiu do seu trabalho em Nova Iorque em 1994, com a ideia de vender livros online. Estava lançada a semente da Amazon, uma das maiores referências do e-commerce mundial, que vende um pouco de tudo para todo o mundo.

Jeff Bezos é a personalidade desta lista que registou o maior crescimento desta reputada lista, acrescentando $27.6 biliões à sua riqueza e saltando para o Top 3 pela primeira vez.

Para além disso, o bilionário é apaixonado pelo espaço e por esse motivo detém a empresa espacial Blue Origin, que está a desenvolver um foguetão com o objetivo de transportar passageiros. Também comprou o Washington Post em 2013 por $250 milhões.

Amancio Ortega ($71.3 biliões)

Para além de estar no 4º lugar na lista Forbes, o empresário espanhol é o homem mais rico da Europa e o retalhista mais abastado do mundo. A sua fortuna está nos $4.3 biliões desde o ano passado, tendo sido substituído por Buffet no segundo lugar que ocupava.

Foi pioneiro no mercado do “fast fashion”, ao ter co-fundado com a sua ex-mulher o Grupo Inditex, em 1975, que detém grandes cadeias de moda como a conhecida Zara. Para além disso, investe no seu portefólio imobiliário continuamente em expansão, com edifícios em Espanha, Reino Unido e EUA e ainda é o dono da equipa de futebol espanhol Deportivo de la Coruña.

Mark Zuckerberg ($56 biliões)

Criou o Facebook aos 19 anos, enquanto estudante de Harvard, e num curto espaço de tempo conseguiu torná-la a rede social mais utilizada do mundo. O preço das ações acompanhou o volume dos utilizadores e subiu a pique.

Não é de admirar que Zuckerberg ocupe o 5º lugar pela primeira vez nesta lista, após a sua fortuna pessoal ter subido $11.4 biliões desde 2016.

Para além disso, juntamente com a mulher, o Sr. Facebook criou a Chan Zuckerberg Initiative, cujo objetivo é o comprometimento de doar 99% das suas ações para a causa do avanço humano.

Há portugueses na lista de bilionários da Forbes?

De facto, existem 4 bilionários provenientes de Portugal na lista da Forbes.

O português mais bem posicionado é Américo Amorim (#385 – $4.4 biliões), falecido recentemente. O dono da Corticeira Amorim, investia também nos setores da energia, do turismo e da finança, sendo um dos principais acionistas do Banco BIC Português. Em nome individual, Amorim era proprietário de 18% das acções na Galp Energia e no Banco Popular Español, onde era o terceiro maior acionista.

O 2º lugar português vai para Alexandre Soares dos Santos (#745 – $2.7 biliões), mais conhecido pelo seu cargo de liderança no Grupo Jerónimo Martins desde 1968, tendo deixado o seu cargo ao seu filho em 2013. Entretanto em 2009 criou, juntamente com a família, a Fundação Francisco Manuel dos Santos. Esta fundação tem como objetivo estudar os grandes temas nacionais, sendo responsável da gestão do portal “Pordata” – Base de Dados do Portugal Contemporâneo – e ter lançado uma coleção de livros de Ensaio sobre temas da atualidade com o nome “Conhecer Portugal, pensar o país”.

O seguinte na lista dos bilionários portugueses é Demetrio Carceller Coll (#973 – $2.1 biliões), herdeiro de duas empresas do pai: as estações de gasolina Disa Corp. nas Ilhas Canárias e a espanhola Damm SA. Este empresário de nacionalidade portuguesa vive entre Portugal e o Reino Unido e passou a gestão dos negócios da família ao filho Demetrio Carceller Arce.

Na posição #1376 da lista, encontra-se Belmiro de Azevedo ($1.5 biliões), CEO da Sonae desde os 29 anos e durante mais de quatro décadas. A empresa internacional que hoje conhecemos nasceu em 1980, tendo-se expandido para supermercados, hotéis, tecnologia, imobiliário e media. Em 2015 saiu da posição, no entanto ainda assegura 53% das ações do grupo.

Ler Menos