Cultura e lazer

Roteiro pelo Douro Vinhateiro: os lugares obrigatórios

5 Julho, 2017

O Douro Vinhateiro está cheio de lugares deslumbrantes. Neste roteiro há um miradouro, um percurso de comboio e um spa que não pode perder!


Douro de comboio ou de cruzeiro?

Passear pelo Douro Vinhateiro e não fazer o percurso de comboio entre a Régua e o Tua é impensável. E agora que o comboio histórico do Douro voltou a dar força à sua locomotiva a vapor de 1925 e às suas cinco carruagens tão características já não tem desculpa. Por cerca de 42 euros pode, ao fim de semana, – e até outubro – fazer o percurso na companhia de um copo de vinho do Porto e música tradicional. Além disso, nunca é demais relembrar que deve cumprir com a tradição e experimentar os rebuçados da Régua. Acredite, vai ser como viajar no tempo!

Outra experiência igualmente inesquecível é fazer um passeio de barco pelo Rio Douro! Para quem tem bastante tempo para contemplar a beleza natural da região, aconselhamos um dos magníficos cruzeiros cujo percurso Porto-Régua-Porto inclui a passagem pela barragem Crestuma-Lever e a barragem do Carrapatelo. Como alternativa, pode optar por navegar pelas margens do Porto e Vila Nova de Gaia num típico barco rabelo, por exemplo, num trajeto mais curto que dura cerca de 50 minutos.

A melhor vista do Douro está no Casal de Loivos 

Ler Mais


O Casal de Loivos, em Alijó, é um dos mais belos miradouros sobre o Rio Douro e o Douro Vinhateiro. Imagine este cenário: uma paisagem panorâmica onde o verde e o castanho dos socalcos conduzem o seu olhar de forma harmoniosa até às pitorescas aldeias espalhadas pela região… Sim, existe! Além disso, este miradouro fantástico torna-se bastante convidativo porque reúne à chegada uma recompensa para os seus visitantes: tire uns minutos para se sentar nos bancos do espaço para contemplar a vista, tirar fotografias ou ouvir-se a pensar.

Visite o Santuário Nossa Senhora dos Remédios

A cidade de Lamego é um dos tesouros do Douro. Por lá respira-se história, cultura e tradição através dos vários monumentos, fontanários históricos, parques e jardins. Mas há um sítio de visita obrigatória: o Santuário Nossa Senhora dos Remédios, que desde os finais do século XVIII oferece do alto do seu monte uma vista sublime sobre a cidade. Aproveite para apreciar este exemplar de estilo rococó e tentar subir os 686 degraus que vão do centro da cidade ao cimo da capela. Para recuperar o fôlego, faça paragens entre os vários patamares ornamentos com capelas, estátuas, fontes e obeliscos.

O Pinhão tem uma estação ferroviária única 

A 25 quilómetros da Régua encontra a bonita Vila do Pinhão, uma das mais belas vilas de Portugal. O seu posicionamento privilegiado entre o Rio Douro e o Rio do Pinhão confere-lhe uma beleza extraordinária à qual é impossível ficar indiferente. E sabia que este era o entreposto comercial que levou o vinho do Porto – esse néctar dos deuses – até ao Porto e depois até ao mundo? Além disso, é aqui que fica uma das estações ferroviárias que mais dá que falar devido aos seus magníficos painéis de azulejos que retratam a vida do Douro!

 

Há vinho para provar no Douro Vinhateiro

Se é do Douro que estamos a falar há uma coisa não pode faltar na sua visita: uma prova de vinhos! A charmosa Quinta da Pacheca é um lugar de eleição para os verdadeiros amantes do enoturismo e razões não faltam. Os 51 hectares de vinhas, as visitas guiadas às adegas e as provas de vinho vão deixá-lo encantado pela qualidade dos sabores vinícolas da região.

E não saia da Quinta da Pacheca sem provar as delícias gastronómicas que por lá se servem. Com a assinatura do Chef Carlos Pires, é-lhe apresentado um menu de degustação que inclui entradas frias e quentes, corta sabores, um prato de carne e sobremesa que são de comer e chorar por mais. Não resista ao naco de novilho sauté e ao duo de chocolate com sorvete de frutos do bosque! E não ficamos por aqui. A Quinta da Pacheca também oferece outros programas interessantes como as cooking classes.

 

Onde comer?

Quer aventurar-se pelos sabores do Douro mas não sabe por onde começar? Se gosta de comer bem, tem de ir até ao Castas e Pratos, na Régua. Neste restaurante requintado e visualmente deslumbrante, a comida é protagonista: para entrada experimente o prato de presunto ibérico com raspas de trufa negra e para prato principal os medalhões de veado sobre puré de abóbora, espargos e agridoce de castanha e azeitona. Para terminar em grande, delicie-se com um parfait de coco e maracujá! Mas sabe qual é a melhor parte? Pode pedir um menu com vinho a copo para poder experimentar os diversos sabores do Douro Vinhateiro.

Relaxe num spa entre vinhas

Bem no coração do Douro encontra o hotel Douro Scala, que exibe com modernidade e elegância as suas cinco estrelas. Rodeado de vinhedos e com vistas fabulosas para o Rio Douro, conta com um spa que coloca ao seu dispor três salas de tratamento, uma piscina interior aquecida, jacuzzi, sauna e banho turco. Por lá pode optar por fazer um tratamento de relaxamento e anti-stress que o ajudarão a entrar num estado de calma e bem-estar essencial a uma visita ao Douro! Dada a sua qualidade e prestígio, este é o sítio ideal para se refugiar no campo e ter umas férias inesquecíveis.


Ler Menos