Economia Pessoal

Quer ser bem-sucedido? Adote estes 7 hábitos das pessoas altamente eficazes!

8 Maio, 2017

O consultor Stephen R. Covey acredita que há sete hábitos que podem ditar quem vence ou fracassa na vida profissional. E foi com essa mesma convicção que escreveu o livro 7 Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes.


Três passos até à independência

O manual de sobrevivência profissional de Stephen R. Covey começa com três hábitos que visam fomentar a sua independência e produtividade. Isto porque dependem exclusivamente de si e de mais ninguém: estamos a falar de ser proativo, ter um objetivo em mente e de dar prioridade ao que é mais importante.

  • Hábito 1: Ser proativo

Em relação à proatividade, o autor do livro refere que é importante que direcione todas as suas forças para cumprir os objetivos que tem em mente. Assim, durante o seu percurso profissional é crucial que tome decisões e, claro, que assuma as responsabilidades pelas suas escolhas.

  • Hábito 2: Ter um objetivo em mente

Na vida pessoal como na profissional é preciso planear. O que quer Stephen Covey dizer com isto? Que depois de saber o que quer conquistar, deve definir objetivos, seguindo-se o planeamento necessário para os colocar em prática. A produtividade individual aumenta e torna-se mais fácil ser-se bem sucedido quer na vertente pessoal quer na dimensão profissional.

  • Hábito 3: Dar prioridade ao que é mais importante

No que diz respeito à prioridade de tarefas, a lei é a importância e não a urgência Maximizar a produtividade individual exige uma definição clara de prioridades.E quais são as suas prioridades? Ora, os objetivos que definiu como mais importantes no ponto 2. Para facilitar este passo, lembre-se que pode sempre socorrer-se de uma to-do list.

Três passos para trabalhar bem em equipa

Ler Mais

Como parte do mercado de trabalho, de uma empresa ou outro tipo de entidade patronal, é necessário que entenda que o todo é maior que a simples soma das suas partes – já dizia Aristóteles! Assim, o reputado consultor Stephen Covey defende que há três hábitos, comuns às pessoas altamente eficazes e produtivas, que deve começar a colocar em prática hoje para potenciar as vitórias relacionadas com o trabalho em equipa.

  • Hábito 4: Pensar “Ganhar/Ganhar”

O quarto hábito de que fala Covey está relacionado com a atitude “Win/Win”, isto é, mentalize-se que, seja qual for a situação, todas as partes interessadas devem sair a ganhar. O que o consultor quer dizer é que as suas vitórias não se conquistam necessariamente à custa da derrota de alguém. As relações “Win/Win” são mais produtivas do que as relações “Win/Lose”. Por isso, valorize e respeite as pessoas que tem a seu lado para alcançar o sucesso.

  • Hábito 5: Compreender primeiro

Comunicar é o elemento-chave no que diz respeito ao trabalho em equipa. No entanto, todos nós temos a tendência para nos fazermos ouvir, sem ouvir o outro. Este tipo de atitude dificulta claramente a resolução de problemas e a concretização de objetivos. Solução? Procure escutar com a verdadeira intenção de entender e verá que além de gerar maior empatia com os colegas também irá beneficiar de um acréscimo coletivo e individual de produtividade.

  • Hábito 6: Criar sinergias

O trabalho em equipa para dar frutos resulta, normalmente, da combinação de diferentes forças, ou por outras palavras, do contributo positivo de diferentes pessoas. E quando a cooperação e a confiança entram em jogo consegue-se fazer com que todos saiam a ganhar na realização de uma determinada tarefa. As equipas mais eficazes costumam ser muito hábeis a transformar as diferenças individuais em sinergias produtivas.

“Afinar a nossa pessoa”: o 7º hábito que o vai ajudar a cumprir todos os outros

Por último, Stephen Covey quer que volte a concentrar-se em si e que crie o hábito de “afinar a nossa pessoa”. Isto é, que cuide do seu bem-estar continuadamente. Segundo o consultor, estar bem quer fisicamente, quer mental e emocionalmente é fundamental para que possa pôr em prática os restantes hábitos e ser bem-sucedido.

Ao nível físico, Stephen Covey esclarece que é importante comer bem, fazer exercício físico e aprender a gerir o stress. Por sua vez, a parte espiritual está diretamente relacionada com atividades que promovam a cimentação dos valores, a renovação mental e o bem-estar social e emocional. Neste campo, o consultor sugere praticar meditação ou ioga, ler, escrever, participar em atividade sociais e investir num bom relacionamento com os colegas.

Stephen Covey foi consultor de Bill Clinton!  

No currículo, Stephen Covey conta um mestrado em Administração pela Universidade de Harvard. E é sobre este grande tema que vai girar toda a sua vida:o consultor tem-se dedicado a ajudar pessoas a atingir a eficácia sobretudo nos campos da vida profissional e da administração. Sabia que na lista de pessoas que contrataram os seus serviços como consultor pessoal estão figuras tão ilustres como Bill Clinton, o ex-presidente mexicano Vicente Fox e o sul-coreano Kim Dae-Jung?

Outros dois livros a ter na mesa-de-cabeceira

Para além de 7 Hábitos de Pessoas Altamente Eficazes de Stephen Covey, há outros livros que poderão complementar a sua biblioteca e ser verdadeiras ferramentas para alcançar a eficácia. A Arte de Fazer Acontecer, de David Allen, por exemplo, é uma bíblia que o ensina a atingir uma maior produtividade, eliminando o fator stress. Já O Gestor Eficaz, por Peter F. Drucker, desafia o leitor a fazer um registo fidedigno de todas as decisões, motivações e resultados conseguidos, com o objetivo de perceber como e onde pode melhorar.

Ler Menos