pessoas e histórias

Jack Daniel’s: o whisky das celebridades

28 Fevereiro, 2017

A bebida de eleição de Frank Sinatra tem mais de 150 anos de história e é um dos whiskys mais vendidos do mundo. Afinal, que segredos esconde um copo de Jack Daniel’s?


O whisky favorito de Frank Sinatra

Três pedras de gelo, dois dedos de whisky e apenas um respingo de água: era assim que Frank Sinatra bebia o seu Jack Daniel’s, companheiro fiel dos palcos e um verdadeiro “néctar dos deuses”, como lhe chamava. Sob as luzes da ribalta, o Velho Número Sete começou a receber alguma atenção mediática e rapidamente ganhou o estatuto de bebida das celebridades. De Ava Gardner a Winston Churchill, passando por inúmeras rock stars como Keith Ricards, Bruce Springsteen ou Slash, o whisky parece ter conquistado uma longa lista de distintos fãs, sobretudo no meio artístico.

Sinatra deu ao Jack Daniel’s a exposição mediática que precisava para se tornar uma referência nas bebidas espirituosas e a marca sabe-o bem. A destilaria tem até uma edição especial em honra do seu maior fã, o Sinatra Select, amadurecido nos Sinatra Barrels, uns barris especiais produzidos exclusivamente pela destilaria. Mas a história do whisky Jack Daniel’s começa bem antes de todos estes holofotes.

Herança de um escravo

As raízes de um dos mais famosos whiskys americanos remontam a 1864, quando Jack Daniel – o pai do Old No. 7 – sai de casa e é acolhido pelo reverendo Dan Call, que lhe passa toda a sua sabedoria de produção de whisky. Ou pelo menos era o que se pensava até há bem pouco tempo. É que em 2016, por ocasião do seu 150º aniversário, a marca decidiu revelar uma parte da história que estava por contar.

Pelos vistos, foi afinal um escravo negro de Dan Call – Nearis Green – que passou a arte da destilação a Jack Daniel e não o próprio reverendo. A escravatura foi abolida em 1865 com a retificação da 13ª emenda e, um ano depois, Jack Daniel abre oficialmente a sua destilaria no Tennessee, para a qual contrata dois dos filhos do seu mestre Nearis Green.

O atual diretor da marca acredita que não foi conscientemente que se escondeu o papel de Green na história do whisky. Os tempos eram outros e num Sul marcado pela segregação racial, era pouco provável que esta herança negra fosse vista com bons olhos. Mas agora que a verdade foi reposta, a marca sente-se orgulhosa em poder partilhá-la com o mundo e integrar esta parte da sua identidade na tour pela destilaria que recebe por ano cerca de 275 mil visitantes.

O ingrediente secreto

Ler Mais

O icónico logótipo a preto e branco e a forma quadrangular da garrafa de Jack Daniel’s são reconhecidos em qualquer parte do mundo. No entanto, alguma vez se perguntou o que é faz deste whisky o seu whisky favorito? Nós sabemos! O seu fundador, Jack Daniel, usou um ingrediente secreto e muito especial: água isenta de ferro proveniente da gruta da sua propriedade.

Juntou-lhe depois os melhores grãos e suavizou o sabor através de um processo chamado charcoal mellowing que consiste na filtração do whisky através de uma camada de três metros de carvão de madeira. Para o apurar e torná-lo ainda mais consistente, decidiu mudar o carvão frequentemente. Et voilá! Nasceu o whisky Jack Daniel’s. O Old No. 7 é o mais conhecido, mas a destilaria produz outras variedades, como o Tennessee Honey, o Fire, o Gentleman Jack e a coleção Single Barrel.

O sabor tão característico reúne ainda a fórmula harmoniosa entre milho, centeio, malte de cevada e um barril de carvalho branco que é utilizado uma única vez durante o processo de amadurecimento. O resto está nas mãos do clima do Tennessee, nos Estados Unidos da América: é o lugar de produção que lhe confere o sabor e a cor mais amadeirados a que estão habituados os verdadeiros apreciadores de Jack Daniel’s.

Ler Menos