Radar económico

Quais são os países mais inovadores?

26 Outubro, 2016

Inovação e Economia têm uma relação ganhadora. Quais são os países mais inovadores na Europa? E Portugal, em que lugar se encontra?


inovacao

O Campeonato da Inovação em 2016

A Comissão Europeia avalia todos anos a capacidade inovadora dos países europeus bem como compara a evolução da União Europeia (UE) com outros blocos económicos.

Os resultados deste estudo anual são apresentados no relatório “European Innovation Scoreboard”. De seguida apresentam-se as principais conclusões deste estudo referente a 2016.

Ler Mais

Na Europa a inovação encontra-se mais a Norte

Suíça, Suécia, Dinamarca, Finlândia, Alemanha e Holanda são os líderes da inovação na Europa e estes resultados têm sido consistentes ao longo dos últimos anos.

No geral, ao longo dos últimos 8 anos (2008-2015) o desempenho da Europa melhorou no seu conjunto bem como para cada um dos 21 Estados-Membros da UE.

Portugal, um inovador moderado

Portugal, entre 28 países europeus, ocupa nesta corrida o 18º lugar, abaixo da média europeia. Em todo o caso a performance do nosso país em termos de inovação tem vindo a crescer ao longo dos anos e registou um significativo pico de crescimento em 2014.

Segundo o Innovation Scoreboard 2016, Portugal já apresenta em alguns aspetos uma dinâmica inovadora sustentada, nomeadamente no desenvolvimento de know how científico (novos doutorados, co-publicações científicas internacionais) e na inovação produzida pelas PMEs ao nível de produtos e processos. O relatório destaca ainda o crescimento registado, de 2015 para 2014, nos indicadores co-publicações científicas internacionais (+11%), estudantes de doutoramento de países fora da UE (+8,6%) e a aplicação de patentes PCT em tecnologias ambientais e na saúde (+6,7%).

União Europeia vs EUA, Japão, Coreia do Sul e China

World Map Illustration,technology background.

A União Europeia continua a ser menos inovadora do que a Coreia do Sul, os Estados Unidos e o Japão. Todavia as diferenças em termos de desempenho relativamente aos EUA e ao Japão são agora menores. No entanto, nos últimos oito anos, a Coreia do Sul conseguiu melhorar o seu desempenho a um ritmo muito mais rápido do que a UE.

Relativamente à China, a UE apresenta melhores resultados. No entanto, a China tem vindo a recuperar o atraso, com uma taxa de crescimento do desempenho
cinco vezes superior à da UE.

Qual a importância da Inovação para a Economia?

Há muito que os economistas deram conta que inovação e o crescimento económico de um país tinham uma relação próxima e positiva.

Joseph Schumpeter (1883-1950) terá sido o primeiro economista a realçar a importância da inovação para a economia, definindo-a como o ato de “produzir outras coisas, ou as mesmas coisas de outra maneira”, mas acrescentando sempre maior satisfação aos que utilizam essas coisas.  Também é este economista a sublinhar que a inovação no sentido económico nasce nas empresas, ou seja, uma economia inovadora é constituída por empresas capazes de encontrar novas soluções para as necessidades dos consumidores.

Em suma, um país inovador tem uma capacidade produtiva melhor do que um país pouco inovador.

Quais são os fatores que estão na base da inovação?

De acordo com o modelo desenvolvido pela Comissão Europeia, há três dimensões fundamentais que explicam a capacidade inovadora de uma determinada economia:

  • Infraestruturas, no qual estão incluídos os fatores que promovem o desenvolvimento da inovação em geral, tais como a qualidade dos sistemas de educação, de investigação e de financiamento de projetos inovadores.
  • Atividade empresarial, que contempla o esforço efetuado pelas empresas no sentido de encontrar novas soluções para os desafios que o mercado lhes vai colocando, medido, por exemplo, através do nível de investimento em investigação ou pelo número de patentes licenciadas, entre outros indicadores.
  • Impactos da Inovação, que capta os efeitos que as iniciativas inovadoras têm na economia, nomeadamente no emprego, nas exportações e nas receitas das empresas.

Foi com base nestas três dimensões que a Comissão Europeia construiu um painel de 25 indicadores de inovação e realizou o European Innovation Scoreboard.


O Economia à Sua Medida é uma iniciativa do Banco Finantia. Saiba mais.

Ler Menos