Radar económico

O que é a Economia?

1 Junho, 2016

A Economia está presente diariamente nas nossas vidas.

Mas, ao certo, qual é o significado de Economia?


A Meteorologia Económica

O estado do tempo afeta-nos a todos. Tomamos várias decisões a pensar na meteorologia, desde o tipo de roupa que vestimos até ao sistema de aquecimento que compramos.  Não precisamos por isso de tirar um curso de meteorologia. Basta entendermos alguns princípios e consultar algumas fontes de informação.

O mesmo se passa com a meteorologia económica. Não precisamos de ser todos economistas, mas é fundamental entender a dinâmica da economia, pois ela também vai influenciar não só o tipo de roupa a comprar como também o sistema de aquecimento a adquirir… e muito mais.

A nossa intenção, neste espaço dedicado à economia, é a de esclarecermos melhor o seu funcionamento. Não pretendemos afirmar um pensamento sobre o assunto, mas antes abrirmos alternativas, fornecendo informação e permitindo a reflexão.

Afinal de contas, o que é a Economia?

Businesswoman and question mark drawn in chalk on blackboard

Ao longo dos anos, em particular nos últimos 100 anos, muitos se têm debruçado sobre o conceito de Economia. Para uns, representa o estudo das decisões humanas; para outros, o estudo do trabalho; para outros ainda, o estudo das trocas. Nós vamos concentrar-nos numa ideia mais ampla: a economia como o processo contínuo de satisfação de necessidades humanas.

Ler Mais

Há muitos milhares de anos atrás, no início da era Humana, cada pessoa, família, tribo, supria as suas próprias necessidades. Bastava colher ou caçar, encontrar lenha ou abrigo. No entanto, rapidamente a Humanidade descobriu que conseguia melhorar o seu bem-estar e melhor suprir as suas necessidades se as pessoas e as famílias se ajudassem mutuamente. Se pudessem trocar a carne que tinham em excesso ou outros artigos de que não precisavam mas que outros precisavam – trocando-os por coisas que eram de facto necessárias para si. Isto permitiu que uma pequena economia de escala reduzida fosse crescendo e que a civilização crescesse, até à teia complexa de relações que temos hoje e que é a verdadeira fibra da nossa sociedade.

Assim, a Economia é o modo como as pessoas e as sociedades se organizam para satisfazer as suas necessidades, tendo em conta que os recursos, disponíveis para esse fim, são escassos.

Oferta e Procura: as duas forças que fazem mover a Economia

Na base da satisfação das necessidades das pessoas, coexistem duas forças em interação contínua. De um lado está alguém que tem uma necessidade como comer, beber, ir de um lado para o outro, educar um filho, vestir-se, limpar a casa, entreter-se, etc. Do outro lado encontra-se alguém que tem a capacidade de satisfazer essa necessidade à pessoa que precisa (porque pode oferecer comida, bebida, transporte, lições, livros, roupas, serviços de limpeza, programas de televisão, etc.). À primeira força chamamos Procura. À outra força, Oferta.

infografia_oferta_Procura

Na base da economia de um país encontra-se esta interação constante entre as pessoas que procuram soluções para as suas necessidades e as pessoas que desenvolvem e oferecem essas soluções (produtos e serviços). Este processo contínuo de satisfação de necessidades pode ser mais ou menos intenso e até se desenvolveram técnicas para medir essa intensidade, sendo o PIB o indicador mais famoso que avalia esse fenómeno.

Os indicadores da meteorologia económica

A maioria das pessoas poderá não saber bem definir o PIB mas todos nós já nos apercebemos que quando esse indicador cresce com força é sinal de “bonança” e quando ele diminui é sinal de “tempestade”.

Sendo o PIB um indicador tão central da economia e ao mesmo tempo tão badalado no nosso quotidiano, faz sentido entender com maior profundidade o que ele significa e como é calculado. Existem também outras questões associadas que merecem reflexão e respostas.

Qual é a relação entre as importações e a economia? Por que é tão importante fazer crescer as exportações? Como é que o consumo privado pode contribuir para o crescimento da economia? O que é que o investimento tem que ver com PIB? Até que ponto a despesa pública influencia a crescimento económico? Por que razão há economias mais desenvolvidas do que outras? Por que é que determinados países são mais capazes de satisfazer necessidades do que outros? Quais são os fatores chave da competitividade económica?

Encontrar respostas para todas estas questões é um dos desafios do “Economia à sua Medida” e será essa a lógica dos artigos que iremos apresentar.

Ler Menos